Património construído

Património construído

A freguesia mantém um conjunto diversificado e rico de edificações que podem ser apreciadas no percurso do Ecomuseu e das quais se destacam as seguintes.

Pelourinho

PelourinhPelourinho localizado no jardim do PaçoMandado erguer por volta de 1795, no Largo da Feira, entre a Casa da Câmara e a Casa da Cadeia, como símbolo de afirmação de concelho de Vila Nova de Lanhezes. Em granito, assente sobre três degraus, tem uma base paralelepipédica. A coluna, com fuste liso e cilíndrico, com base e capitel simples, remata numa pirâmide encimada por uma esfera. Em 1933, foi deslocado para o jardim do Paço, onde ainda se encontra.

In brochura “Ecomuseu de Lanheses”, abril 2011

Paço de Lanheses

PacoLAnhesesPerspetiva frontal do edifício do Paço de LanhesesA propriedade dos Ricaldes tomou o nome de Paço, no séc. XVII, depois de ter acolhido D. António Prior do Crato. O solar manteve-se nesta família, do século XVI ao séc. XIX, 1818, quando D. Maria Francisca Abreu Pereira Cirne casou com D. Antão José Maria Vaz de Almada.
No século XVIII, um restauro significativo deu-lhe a traça actual. Uma alameda secular, conduz ao elegante portal em granito onde assenta a pedra de armas da família, exemplar heráldico do séc. XVIII.
À esquerda, antes de franquear o portal, fica a capela do séc. XVII, dedicada a S. Sebastião. Dentro, destaca-se o Senhor da Cana Verde.
Na cerca, deparamos com a linda fachada barroca. A decoração do interior da casa testemunha a história da família e até de Portugal.

In brochura “Ecomuseu de Lanheses”, abril 2011

Capela do Senhor do Cruzeiro 

CapelaSrCruzeiroCapela do Senhor do CruzeiroEstilo barroco, edificada em meados do século XVIII, ao que tudo indica para acolher a imagem do Senhor Crucificado, provavelmente do século XVI, e colocada no nicho da frente da capela sob um «arco de cantaria lavrada». Na fachada, podemos observar uma série de elementos relacionados com a Paixão de Cristo, que a torna das “mais cenográficas de Portugal”.

In brochura “Ecomuseu de Lanheses”, abril 2011

 

 

 

© 2017 Junta de Freguesia de Lanheses. Todos os direitos reservadosDatamind

Pesquisar